Os Nomes Que Preocupam Pezão


Dois presos na Operação Calicute têm potencial para causar problemas ao governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão: Hudson Braga e Wagner Jordão.

Braga era o homem de confiança do atual governador no núcleo duro do governo de Sergio Cabral. Ele era subsecretário de Pezão na secretaria de Obras na gestão de Cabral.

Quando Pezão deixou a secretaria, em setembro de 2011, foi Hudson Braga quem assumiu. Wagner Jordão, por sua vez, era conhecido, dentro do governo, como o “maleiro” de Braga.

Na petição do Ministério Público Federal, os procuradores afirmam que Wagner Jordão recebia a “taxa de oxigênio” do Hudson. Ou seja, a propina.

DP

 

Anúncios

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s